Facebook Pixel Posso usar lentes de contato na epidemia de Coronavírus / COVID-19? – e-lens

Posso usar lentes de contato na epidemia de Coronavírus / COVID-19?

Posso usar lentes de contato na epidemia de Coronavírus / COVID-19?

Em tempos de pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus surge a dúvida sobre o uso das lentes de contato.

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) pede que as pessoas não abandonem o uso, mas recomenda que se redobrem os cuidados com a higienização das mãos e da própria lente.
Médicos confirmam que usuários tendem a levar mais as mãos aos olhos, mas que não há comprovação científica que as lágrimas transmitam o coronavírus.

Um estudo recentemente publicado na Ophthalmology, a revista da Academia Americana de Oftalmologia oferece evidências de que é improvável que os pacientes infectados estejam propagando o vírus através das lágrimas. Embora os pesquisadores atestem que o coronavírus se espalha pelo muco e gotículas expelidas pela tosse ou espirro, ainda não está claro se o vírus se espalha por outros fluidos corporais.

As autoridades de saúde acreditam que a conjutivite se desenvolva em apenas 1% a 3% das pessoas com coronavírus o que sugere que o risco de transmissão do vírus por meio de lágrimas é baixo.

A médica oftalmologista Mariana Dantas Maia, especialista em plástica ocular garante também que o líquido da solução usado para higienizar e armazenar as lentes são o suficiente para matar o vírus, caso ele entre em contato com as lentes.

Cuidade que devem ser tomados:

– Redobrar o cuidado ao lavar as mãos com água e sabão antes de encostar nas lentes
– Dê preferência para lentes diárias e descartáveis
– Lavá-las apenas com soluções de limpeza para lentes e trocar o líquido pelo menos uma vez por dia na caixinha de armazenamento
– Não usar a lente por mais de 12 horas seguidas
– Usar lubrificante sem conservantes ou colírio nos olhos sempre que possível.

Fontes:

https://oglobo.globo.com/sociedade/coronavirus-servico/saiba-que-cuidados-ter-com-as-lentes-de-contato-durante-epidemia-1-24337493

www.sciencedaily.com/releases/2020/03/200325143826.htm