Facebook Pixel Terçol no olho é chatinho, mas se cuidar logo, melhora logo. – e-lens

Terçol no olho é chatinho, mas se cuidar logo, melhora logo.

Terçol no olho é chatinho, mas se cuidar logo, melhora logo.

Quem já não teve ou não conhece alguém que teve o famoso Terçol no olho. Aquele “inchadinho” vermelho que mais parece uma espinha nos olhos.

Terçol passa

O Terçol é uma inflamação que aparece nas glândulas das pálpebras. É também conhecido como hordéolo e fica bem próximo da raiz dos nossos cílios. É muito comum acontecer mas não é contagioso e o tratamento é bem simples.

Terçol no olho

Como surge o Terçol no olho.

Ele pode aparecer em qualquer pessoa. Todas as idades estão vulneráveis a desenvolver a doença.

O Terçol surge, geralmente, quando há contaminação e obstrução das glândulas sebáceas presentes nas pálpebras junto aos folículos pilosos, responsáveis por produzir os cílios.

A principal função destas glândulas é evitar o ressecamento e sintetizar gorduras. Mas, quando algo anormal acontece e provoca obstrução na glândula, ela fica vulnerável à contaminação por bactérias. O processo é bastante parecido com a formação da acne, por exemplo.

A inflamação pode atingir apenas uma pequena região na pálpebra ou ela como um todo.

Terçol é contagioso.

A bactéria Staphylococcus Aureus é quem provoca a infecção quando há obstrução das glândulas sebáceas da pálpebra. Esta é uma das maiores inimigas do Terçol, a bactéria mais encontrada na pele humana.

Um dos motivos que pode causar a obstrução é a blefarite, que gera o aumento da secreção de gordura deixando o local vulnerável às bactérias.

Manter a higiene dos olhos é fundamental e ter todo cuidado com a maquiagem e as lentes de contato também.

Após a proliferação das bactérias um pequeno nódulo vermelho aparece seguido de um leve prurido e aumento da sensibilidade dos olhos com relação à luz. Há a sensação de corpo estranho e uma dor bem localizada.

A inflamação e a dor incomodam, mas a doença não é contagiosa, portanto, não há a necessidade de se utilizar óculos escuros e nem de isolamento. Após um curto período o Terçol tende a desaparecer.

Terçol

O que fazer quando o Terçol aparecer.

Algumas medidas podem ser tomadas para amenizar os sintomas e agilizar a cura. Mas a primeira atitude é procurar um oftalmologista. Ele é a pessoa mais indicada para dizer o que é ideal no seu caso.

Terçol remédio

O tratamento costuma ser simples, rápido e sem dor. É basicamente fazer a higiene da área afetada e da pele ao redor. Compressas mornas e úmidas podem ser aplicadas na região para ajudar na drenagem do conteúdo. Sempre de maneira delicada e cuidadosa. Em alguns casos pomadas antibióticas e colírios também podem ser receitados, depende do quadro de cada um.

Caso este Terçol não drene em algumas semanas pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para remoção. E lembre-se: jamais esprema ou fure o Terçol. É fundamental que ele seja acompanhado pelo médico para não causar problemas maiores.

Nosso corpo envia sinais. Fique de olho neles e não deixe para depois os cuidados necessários. A saúde ocular e o alívio dos sintomas dependem diretamente da forma como você acolhe o tratamento e o segue. O Terçol no olho é chatinho, mas se for tratado logo, em pouco tempo seu olho estará novo em folha novamente.

Artigos Relacionados