Facebook Pixel 9 mitos e verdades sobre astigmatismo – e-lens

9 mitos e verdades sobre astigmatismo

9 mitos e verdades sobre astigmatismo

O astigmatismo é rodeado de mitos e verdades. Uma alteração comum que confunde muitas pessoas. Geralmente associado à miopia ou hipermetropia, o astigmatismo nada mais é que a imagem formada de acordo com as diferenças na curvatura da córnea, onde um eixo é mais curvo que o outro, proporcionando mais de um ponto de foco e tornando a visão distorcida e mais sensível à luz.

Confira 9 mitos e verdades sobre astigmatismo esclarecidos:

1. “A maioria das crianças nasce com astigmatismo”.

VERDADE – Geralmente, as crianças nascem com um astigmatismo sério, mas a tendência é a redução e até eliminação do problema entre 1 a 6 anos de idade.

 

2. “O astigmatismo causa fotofobia”.

MITO – Existem diversas alterações oculares que podem causar fotofobia (sensibilidade ou aversão à luz), não apenas o astigmatismo. A maioria dos pacientes que possuem astigmatismo não reclamam de fotofobia.

 

3. “Astigmatismo sempre causa dor de cabeça”.

MITO – A dor de cabeça pode ocorrer, mas não é sempre. Ela está mais presente em pacientes com menor grau de astigmatismo do que em maiores.

 

4. “Quem tem astigmatismo, não pode doar a córnea” .

MITO – O problema vem de um defeito na curvatura da córnea, o que não traz contraindicação à doação.

 

5. “Usar óculos faz o grau aumentar ou diminuir”.

MITO – Usar óculos não interfere na evolução de erros de refração, como miopia e astigmatismo.

 

6. “Astigmatismo só é corrigido com óculos ou lentes de contato”.

MITO – Hoje em dia, a doença pode ser corrigida com cirurgia refrativa a laser ou até mesmo com implante de lentes intraoculares.

 

7. “Alterações na curvatura do olho são provocadas por acidentes ou doenças”.

VERDADE – Acidentes ou doenças podem, sim, provocar alterações oculares. Em um acidente, por exemplo, a pessoa pode perfurar o olho e esta perfuração derivar uma cicatriz irregular, de difícil correção com óculos, a ponto de haver a necessidade de um transplante de córnea.

 

8. “Lentes de contato podem curar o astigmatismo”.

MITO – Acredita-se que a lente faria uma pressão sobre a córnea, que, aos poucos, voltaria ao normal. Isso não é verdade. Com ou sem lente, o grau do astigmatismo faz o que está genética e ambientalmente predisposto a fazer: se tiver que aumentar, vai aumentar, independente do uso de lentes ou óculos. As lentes vão apenas melhorar a visão enquanto estiverem sendo usadas.

 

9. “A cirurgia refrativa não tem nenhuma contraindicação”.

MITO – A cirurgia refrativa não é indicada para portadores de astigmatismo que apresentam outras doenças oculares importantes, como, por exemplo, ceratocone e glaucoma. Cada caso é um caso e precisa ser avaliado por um especialista.

A e-lens te ajuda a tratar do astigmatismo. Consulte seu oftalmologista e escolha a lente de contato certa para você em e-lens.com.br.

Fontes: Revista Corpore e Hospital de Olhos de Sergipe

Artigos Relacionados