Facebook Pixel Cuidados com os olhos. Se já cuida deles no verão, cuide mais. – e-lens

Cuidados com os olhos. Se já cuida deles no verão, cuide mais.

Cuidados com os olhos. Se já cuida deles no verão, cuide mais.

Verão é tempo de redobrar os cuidados com os olhos.

Não é só a temperatura que aumenta, as bactérias também.

Cuidados com os olhos

É nessa época que as doenças externas dos olhos começam a proliferar com mais frequência.

Conjuntive aparece em tudo quanto é canto, vira aquele stress e medo de pegar.

A blefarite também não fica atrás, as alergias então, nem se fale.

Essas são doenças transmitidas pelo contato com a bactéria, ou com pessoas contaminadas.

Se alguém com conjuntivite ou blefarite coça os olhos e depois aperta as mãos de outra pessoa, pronto, já espalhou e pode contaminar muitos por aí.

Fique atento aos sintomas.

Na conjuntivite, os olhos ficam vermelhos, sai uma secreção, dá coceira, sensação de ter areia nos olhos, sensibilidade à luz e as pálpebras incham.

Ela é bem ruim e super contagiosa. Na blefarite, as bactérias se concentram nas pálpebras superiores e inferiores, a pessoa sente uma irritação nos olhos que, às vezes, vem acompanhadas de inflamação.

As alergias oculares também são bem comuns neste período do ano.

A água do mar irrita os olhos por ter grande concentração de cloreto de sódio, além de muitas outras impurezas.

Assim como o sol e a maresia. E o sol, além de lindo também pode se tornar um vilão, alguns estudos mostram que quanto maior a exposição dos olhos ao sol, maior é a incidência de catarata.

Como devem ser os cuidados com os olhos no verão.

A palavra mágica para o cuidado com os olhos no verão é limpeza. Lavar as mãos no mínimo 4 vezes ao dia.

No mínimo, porque o ideal é lavar mais.

Outra coisa fundamental é fugir das pessoas contaminadas.

E, se por acaso não tiver como evitar, lave muito bem as mãos depois e jamais as coloque nos olhos.

Caso haja algum contágio, procure imediatamente seu oftalmologista.

Algumas conjuntivites são autolimitadas, ou seja, após quatro ou cinco dias, o próprio organismo as elimina.

Nesses casos, a pessoa deve ficar lavando os olhos com soro até ficar bom.

Porém, existem outros tipos que só desaparecem com o uso de colírios.

Por isso, é muito importante que se procure um especialista.

No caso do sal e do cloro, uma boa alternativa para aliviar é fazer compressas com água filtrada gelada.

Pode também ser com soro fisiológico sem conservantes.

Também é recomendado evitar aglomerações.

Mas, como o transporte publico está aí, os bares e as festas também, o segredo é não coçar os olhos e usar um colírio lubrificante para ajudar a prevenir as contaminações.

E jamais se auto medique, veja com um oftalmologista o mais adequado.

Cuidados com os olhos e as mãos

Já que é para redobrar os cuidados com os olhos no verão, vamos redobrar as dicas.

– As lentes de contato mais indicadas para as diversões do verão como a praia e a piscina são as de descarte diário. Elas possuem menor risco de contaminação, pois a cada dia será utilizada uma lente nova que está armazenada em um recipiente estéril.

– Caso use outras lentes de contato, tenha um cuidado extremo com a limpeza delas. Use os produtos adequados e não se esqueça de lavar muito bem as mãos antes de manuseá-las.

– Use sempre óculos de sol com lentes de qualidade para prevenir os danos dos raios solares.

– Abuse dos bonés e chapéus para manter os olhos sempre protegidos.

– Certamente você vai usar mais protetor solar nessa época, então lembre-se de lavar muito bem as mãos depois para não levar resíduos aos olhos.

– Se for mergulhar e quiser abrir os olhos debaixo d’água, use óculos de natação.

– Lave bem os olhos com água doce e limpe sempre depois que entrar no mar ou na piscina.

– Tire bem qualquer tipo de maquiagem.

Não perca isso de vista: verão é verão, por mais delicioso que ele seja, ele pede cuidados quase espartanos para que você o aproveite com total liberdade.

Artigos Relacionados