Facebook Pixel Hábitos alimentares são verdadeiros heróis para os olhos. – e-lens

Hábitos alimentares são verdadeiros heróis para os olhos.

Hábitos alimentares são verdadeiros heróis para os olhos.

Não é de hoje que sabemos que os hábitos alimentares influenciam nossa vida em todos os aspectos.

O que comemos tem um impacto direto em nossa saúde. Inclusive na saúde ocular.

Hábitos alimentares são verdadeiros heróis para os olhos.

No mundo saudável, visão e alimentação estão diretamente ligados a quem deseja enxergar a vida de outras maneiras.

Alguns alimentos são tão essenciais aos nossos olhos, que não é preciso “ver para crer” a sua real importância no organismo.

Segundo especialistas, as células oculares só se multiplicam e trabalham corretamente se forem bem nutridas.

É por isso que a alimentação é tão importante para os olhos. Muitas substâncias não são produzidas pelo corpo, e algumas vitaminas encontradas em alimentos ajudam nesse processo.

Quais hábitos alimentares devemos ficar de olho.

Preferir sempre alimentos ricos em vitaminas A e E, como a cenoura e alimentos ricos em ômega 3, como a linhaça.

Além disso, outros alimentos também trazem vitaminas essenciais para uma boa visão.

A falta dessas vitaminas em nosso organismo pode gerar problemas como distúrbios na percepção das cores, secura nos olhos, sensibilidade à luz, cegueira noturna, além de queda na resistência do sistema imunológico.

Kiwis nos olhos

Alimentos para incluir no dia a dia:

Peixes: fontes de ácidos graxos, ômega 3 e das vitaminas A, B, D e E, peixes como sardinha, bacalhau, salmão e atum são ótimos estimulantes da boa circulação sanguínea.

Com a ingestão desses alimentos, a retina receberá oxigênio, essencial para a saúde dos olhos.

Frutas, legumes e verduras: bons hábitos alimentares precisam desses amigos.

Os de pigmentação amarela e verde costumam ser fontes ricas de carotenoides, substâncias que previnem a deterioração da mácula, ponto responsável por nos permitir enxergar cores.

Podem ser encontrados em alimentos como laranja, maçã, cenoura, tangerina, brócolis e couve.

Tanto a cenoura quanto as demais frutas e legumes de cor alaranjada possuem betacaroteno, que é um antioxidante natural, é uma das formas indiretas de se obter a vitamina A que contribui para que a retina e outras partes do olho funcionem bem.

Alho e cebola: são ricos em fontes de cálcio, fósforo e vitaminas B e C.

Agem como dilatadores dos vasos sanguíneos, diminuindo a pressão arterial e prevenindo contra o glaucoma, uma vez que a pressão intraocular é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença.

Amoras e cerejas: assim como o morango, a framboesa e outras frutas vermelhas e roxas, são alimentos antioxidantes que combatem os radicais livres e são fontes de vitamina C e de flavonoides.

Previnem contra a perda de visão e contra a degeneração macular.

Óleo de linhaça: para combater o chamado “olho seco” este óleo é uma grande arma, pois é rico em vitamina E, ácidos graxos, ômega 3, ômega 6 e ômega 9.

Azeite virgem: rico em ômega 3, o azeite virgem é considerado um grande aliado na prevenção contra a degeneração macular, lesão que pode levar à perda irreversível da visão.

Folhas verdes: por conter luteína e zeaxantina, contribuem bastante para reduzir o risco de degeneração macular e catarata.

Além disso, esses dois poderosos antioxidantes contribuem para diminuir o desconforto com relação ao brilho, melhoram o contraste e também podem aumentar o alcance visual.

Ovos: além de também ser uma fonte privilegiada de luteína e zeaxantina, a gema contém zinco, que contribui igualmente para reduzir o risco de degeneração macular relacionada à idade.

Existem muitas receitas que nos ajudam a manter os hábitos alimentares em dia.

Claro que nem sempre conseguimos, mas sempre é tempo de recomeçar.

Lembre-se também de sempre beber muita água, evitar pular as refeições, incluir alimentos integrais, não exagerar no sal e nas bebidas alcoólicas e, claro, manter o prazer de comer.

Artigos Relacionados