Facebook Pixel Lentes de contato para hipermetropia: saiba tudo sobre isso – e-lens

Lentes de contato para hipermetropia: saiba tudo sobre isso

Lentes de contato para hipermetropia: saiba tudo sobre isso

Embora não seja tão falada como a miopia, a dificuldade de enxergar objetos próximos também é muito comum. E, assim como as outras duas, é possível utilizar as lentes de contato para hipermetropia para correção desse problema visual.

Segundo dados do relatório As Condições de Saúde Ocular no Brasil de 2019, produzido pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia, estima-se que 34% da população seja hipermétrope. Esse percentual equivale a 71 milhões de brasileiro que precisam de correção no dia a dia.

Por isso, é fundamental estar sempre atento a sinais que possam indicar esse erro refrativo em crianças e adultos. Embora quem tenha hipermetropia enxergue perfeitamente de longe, ter a visão embaçada ao tentar focalizar objetos próximos pode causar muito desconforto.

Fadiga ocular, dores de cabeça e falta de concentração são alguns dos sintomas de quem ainda não trata esse problema. Consultar o oftalmologista regularmente é de extrema importância para diagnosticar e corrigir o problema o quanto antes.

Para saber mais sobre a dificuldade para ver de perto e como corrigir o problema com as lentes de contato para hipermetropia, continue lendo esse texto.

O que é a hipermetropia?

Como dissemos acima, a hipermetropia é um erro de refração que causa a dificuldade de ver objetos próximos ao rosto. Ou seja, quem tem esse problema de visão e ainda não usa lentes para hipermetropia, vê esses objetos desfocados. 

Isso acontece porque ao visualizar um objeto e receber os raios de luz, a imagem ao invés de se formar na retina, a formação acontece atrás dela.

exame oftalmológico

O diagnóstico da hipermetropia deve ser feito pelo oftalmologista

Como funciona a sua visão

Se esta explicação parece confusa, não precisa se preocupar. Vamos explicar como funciona a formação da visão no seu olho para facilitar a compreensão.

Para começar, é importante saber as partes mais importantes do seu olho:

  • Córnea

A córnea é uma camada translúcida que fica em uma parte mais externa do olho. Ela permite a passagem de luz na parte da frente do olho

  • Íris

A famosa íris é a parte colorida. Alí é regulado a quantidade de luz que vai entrar no seu olho, através da contração e dilatação da pupila.

  • Cristalino

O cristalino faz a luz incidir diretamente na retina para formar uma imagem nítida do que está sendo visto. Essa parte funciona como uma lente para o olho.

  • Retina

E por fim, a retina é o lugar na parte de trás dos olhos, onde os raios de luz devem chegar para formar imagens nítidas.

O olho humano complexo, e existem diversas outras partes importantes para manter a saúde da sua visão. Mas, para facilitar a nossa explicação vamos nos ater apenas a estas 4 partes citadas acima.

Quando acontece a hipermetropia

Hipermetropia

Visão Normal x Visão com hipermetropia

Ok, agora que você já sabe todas as partes dos olhos e que as imagens se formam na retina, está na hora de entender como e quando acontece a hipermetropia.

Os erros de refração acontecem quando o olho não é capaz de formar a imagem na retina. O que ocasiona problemas como a hipermetropia, mas também a miopia ou o astigmatismo, por exemplo.

No caso dos hipermetropes, essa condição costumam ser hereditária e pode acontecer por dois motivos:

  • Quando o olho é tem um comprimento um pouco menor do que o normal
  • Quando a córnea é mais plana que o normal

Nesses casos, ao vermos algo de perto, quando a luz chega aos olhos ela é direcionada para a parte de trás da retina provocando a visão embaçada.

É comum que crianças pequenas e bebês apresentem os sintomas da hipermetropia uma vez que seu globo ocular ainda está crescendo. Conforme esse desenvolvimento acontece e o olho chega ao tamanho normal, o problema tende a desaparecer.

De qualquer forma, é fundamental fazer o acompanhamento oftalmológico da criança desde o primeiro ano de vida para garantir que o erro seja corrigido no tempo certo e evitar demais problemas de visão.

Um dos prejuízos que a hipermetropia não tratada pode causar em crianças é o estrabismo, que pode ser corrigido com o uso de óculos

Sintomas da hipermetropia

Existem alguns sintomas que podem te ajudar a descobrir se você precisa de lentes de contato para hipermetropia, como:

  • visão desfocada ao observar objetos próximos
  • fadiga ocular causada pelo esforço em enxergar
  • dores de cabeça e ardência dos olhos após muito tempos de leitura 
  • apertar os olhos para conseguir focalizar objetos e textos
  • olhos lacrimejantes
  • falta de concentração
  • sensação de coceira nos olhos

O diagnóstico de um médico oftalmologista é essencial para garantir tratamento adequado e proporcionar uma melhor qualidade de vida. Quando não tratado de forma adequada, a hipermetropia pode causar doenças mais graves no futuro, como glaucoma, por exemplo.

Formas de corrigir a hipermetropia

Ao receber o diagnóstico da hipermetropia é importante discutir com o médico o tratamento mais adequado. Essa decisão depende de questões de saúde e também do estilo de vida do hipermétrope.

Atualmente é possível ter uma visão saudável e nítida utilizando óculos de grau ou lentes de contato para hipermetropia.

Os óculos de grau já são muito conhecidos e suas lentes corretivas são capazes de compensar o erro refrativo e oferecer uma visão perfeita. Também é possível escolher marcas, materiais e estilos diferentes.

Já as lentes de contato são opções práticas para o dia a dia, que com uma adaptação correta não interferem no conforto e também oferecem visão nítida. Muitas pessoas preferem utilizar essas duas formas de correção, escolhendo as lentes para o dia a dia e óculos apenas para ficar em casa. Tem também quem use os óculos na rotina, mas prefira as lentes de hipermetropia para prática de esportes ou eventos sociais.

Em alguns casos, também é possível realizar uma cirurgia refrativa para reduzir ou eliminar o problema.

O que são as lentes de contato para hipermetropia e como corrigem a visão?

Lentes de contato para hipermetropia

Como funcionam as lentes para hipermetropia

As lentes de contato são películas colocadas diretamente nos olhos, sobre a córnea. Funcionando como as lentes para óculos, essas películas têm o papel de refratar a luz para corrigir o erro de refração.

As lentes de contato para hipermetropia são feitas em formato convexo, sendo mais espessas no centro e mais finas nas bordas. Dessa forma, são capazes de direcionar a luz para a retina, evitando que a imagem se forme atrás dela.

Existem muitos tipos de lentes de contato, que podem variar de acordo com o material e até a duração. Para decidir qual a melhor para você pesquise o que faz mais sentido para a sua vida e converse com seu médico.