Facebook Pixel Meditação faz bem para tudo, inclusive para os olhos. – e-lens

Meditação faz bem para tudo, inclusive para os olhos.

Meditação faz bem para tudo, inclusive para os olhos.

Parece impossível acreditar que nossa mente pode se livrar da agitação. Porque, de fato, ela não pára.

Mas ainda assim, mesmo e movimento, na meditação a mente pode encontrar um estado de paz e serenidade.

Ao meditar, nosso corpo gera uma fonte interna de energia, se tornando uma potência de bem e de saúde para todos os nossos órgão, inclusive os olhos.

E geral, vivemos em estado de alerta, com a testa tensionada, os ombros comprimidos, os olhos espremidos e quase nunca percebemos isso.

São as preocupações e correrias da vida que acabam nos colocando num modo automático e, muitas vezes, desumano.

Somos constantemente estimulados a ser competitivos e isso, muitas vezes, nos tiram do nosso próprio eixo.

Entre tantas outras práticas que vêm em nossa defesa, a meditação é um presente.

Aquele super herói que você não entende bem como age, mas que traz resultado.

Ela previne nosso stress futuro e libera nosso stress acumulado no sistema.

Ambos acontecem simultaneamente, deixando-nos renovados e com mais alegria.

As maravilhas da meditação no corpo e na mente.

Com a meditação, nossa fisiologia muda e cada célula do corpo é preenchida com mais energia.

Quando o nível de energia no corpo aumenta, sentimos mais alegria, paz e entusiasmo.

Ela traz o padrão de ondas cerebrais ao estado Alfa, o que promove cura. A mente se torna mais delicada e renovada.

  • Abaixa a pressão sanguínea;
  • Reduz a ansiedade;
  • Os olhos descansam e praticamente “mergulham” na água existente no corpo;
  • Diminui qualquer tensão relacionada com a dor, como dores de cabeça, úlcera, insônia, dores musculares e problemas nas articulações;
  • Aumenta a produção de serotonina, melhorando o humor e o comportamento;
  • Melhora o sistema imunológico;
  • Aumenta a criatividade e a alegria;
  • Desenvolve a intuição;
  • Traz mais clareza e paz na mente;
  • Aguça a mente através do ganho de foco e a expande através do relaxamento.

A meditação nos torna conscientes e sua atitude interior determina sua felicidade.

A meditação gera uma fonte interna de energia, se tornando uma potência de bem e de saúde para todos os nossos órgão, inclusive os olhos.

Outros benefícios da meditação.

Estabilidade emocional e harmonia: limpa, nutre e acalma de dentro para fora, evitando a sensação de estar muito sensível, instável ou emocionalmente fechado.

Traz harmonia para o ambiente: ao meditar, você está num espaço de vastidão, calma e alegria.

E isto você emana para o ambiente, trazendo mais harmonia para o planeta.

Desenvolvimento da consciência: com a meditação diária, sua consciência se desenvolve.

Raiva e desapontamentos, por exemplo, tornam-se emoções rápidas que ocorrem momentaneamente e somem.

Você começa a viver no “momento presente” e se solta do passado.

A meditação pode trazer uma verdadeira transformação pessoal.

Procure a prática que mais combina com você e com o que você quer nesse momento da vida.

Conheça alguns tipos de meditação e mergulhe na que mais tem a ver com você.

Budista: concentra-se na respiração e na repetição de mantras (palavras curtas). Busca o foco na vida presente e procura se desligar dos desejos humanos. Manter o foco na respiração favorece muito o relaxamento do corpo inteiro, a região dos olhos vai como que se desprendendo das tensões e mergulhando numa sensação de alívio e serenidade.

Zazen: vem do budismo e da tradição japonesa, é a meditação do não-pensamento. A mente não deve se concentrar em nada. Essa esforço pelo “vazio” pode não ser fácil, mas também gera um exercício importante que favorece a mente e relaxa os olhos.

Transcendental: não está relacionada a religiões ou doutrinas. Não requer esforço, controle mental ou concentração. Busca o estado mínimo de excitação mental.

Indiana: são técnicas relacionadas à tradição da ioga “atualizadas” por gurus. Trabalham com mantras e posturas variadas. Busca a conexão do ser como um todo, gerando consciência corporal também.

Cristã: a meditação é fruto de uma sabedoria espiritual universal e uma prática que nós encontramos no centro de todas as grandes tradições religiosas, uma peregrinação da mente para o coração. É um caminho de silêncio, simplicidade e quietude. Pode ser praticada por qualquer pessoa onde quer que você esteja na jornada de sua vida. É necessário apenas estar seguro de seu compromisso com a prática e, em seguida, começar – e continuar começando.

No cristianismo, essa tradição tornou-se marginalizada e até mesmo esquecida ou suspeita. Mas, nos últimos tempos, uma grande recuperação da dimensão contemplativa da fé cristã vem acontecendo. Tem sua origem nos primeiros monges cristãos – os Padres e Madres do Deserto – e coloca em prática os ensinamentos de Jesus sobre a oração de maneira simples.

Você deve ficar em uma posição sentada e relaxada, mas alerta. Silenciosa e interiormente, começar a repetir uma oração de uma única palavra, como um mantra.

Recomenda-se a palavra oração “Maranatha“, que quer dizer “Vem senhor Jesus”, em aramaico. Se vierem pensamentos ou imagens, considere-os apenas como distrações no período da meditação, e então volte apenas a repetir a sua palavra, seu mantra.

Indicam meditar a cada manhã e a cada fim de tarde por cerca de vinte a trinta minutos.

Conheça mais sobre a Meditação Cristã.

Também se estendeu essa prática com crianças, tendo resultados muito positivos para os pequenos. Saiba mais em: http://brincandodemeditar.blogspot.com.br

Meditação

Para experimentar os benefícios da meditação, é necessária a prática regular.

Apenas alguns minutos todos os dias são suficientes.

Uma vez integrada na rotina diária, a meditação se torna a melhor parte do seu dia.

Tags: