Facebook Pixel Miopia. A correção para quem precisa não está tão longe. – e-lens

Miopia. A correção para quem precisa não está tão longe.

Miopia. A correção para quem precisa não está tão longe.

Quem tem miopia não consegue enxergar bem de longe. Tudo fica embaçado e fora de foco. Quando o grau é menor, a pessoa tem a impressão de que se “espremer” os olhos é possível conseguir ver com nitidez.

A miopia é diagnosticada entre os 8 e 12 anos. E, em geral, é hereditária. Os olhos estão em processo de desenvolvimento nessa idade, por isso a forma deles pode mudar. Adultos geralmente permanecem míopes se eles têm esta condição desde criança. O surgimento de miopia em adultos que não apresentavam a patologia na infância pode estar associado à diabetes descompensada ou catarata.

Hoje, também acredita-se que o estresse visual excessivo e prolongado, decorrente de atividades que exijam um maior uso da visão de perto, possa estar associado a um fator de risco para o desenvolvimento da miopia.

Que alívio é, para quem tem miopia, colocar uma lente de contato e enxergar com total liberdade tudo na sua real forma, ver o horizonte, as coisas e as pessoas ao invés de vultos.

E se é bom para quem tem condições de ter a correção adequada, também tem que ser para quem não tem. Isso mesmo, existem muitas pessoas e famílias de baixa renda que não tem condições de ter o tratamento necessário. É por isso que existe o Dia de Doar, que será comemorado em 29 de novembro.

Dia de Doar e e-lens juntos para ajudar quem tem miopia e outros problemas oculares.

O Dia de Doar é uma grande campanha que promove a cultura de doação no Brasil e no mundo. Um dia no qual as pessoas se reúnem para retribuir. O movimento surgiu nos Estados Unidos e vem crescendo muito, tendo vários países liderando suas próprias campanhas e criando iniciativas para encorajar a doação em suas comunidades.

A e-lens olha com muita atenção para essa ideia e também criou sua campanha. A cada compra, R$1,00 será revertido à Fundação Oftalmológica – FUNDOF, uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo prevenir e tratar doenças oculares da população de baixa renda. Os recursos levantados pela Fundação subsidiam os custos relacionados aos exames e consultas, proporcionando aos pacientes as armações e lentes de óculos, medicamentos e tratamento cirúrgico.

Como a FUNDOF pode contribuir na miopia e outros tratamentos.

Eles possuem vários projetos, conheça alguns deles:

Projeto Novo Olhar

Atendimento específico para crianças com necessidades intelectuais, realizado por profissionais especializados em oftalmologia pediátrica e estrabismo.

Projeto Senhor Olhar

Voltado para as necessidades oculares da população idosa carente, desde avaliação até cirurgia.

Projeto Boa Visão Boa Educação

Tem o objetivo de investigar, prevenir e cuidar dos problemas de saúde ocular das crianças e adolescentes no período pré-escolar e escolar. Uma equipe de técnicos da Fundação visita escolas, creches, instituições beneficentes e realiza uma triagem oftalmológica. Quando é detectado algum problema, as crianças são encaminhadas para diagnóstico e tratamento. Se precisar de cirurgia, elas são encaminhadas para um hospital particular e os custos são cobertos pela Fundação.

Projeto Rever

Próprio para atender as pessoas que moram fora de São Paulo, para que elas também tenham soluções para casos de miopia ou qualquer outro problema ocular.

Consulte sempre um oftalmologista para cuidar da sua saúde ocular. E contribua com o Dia de Doar para que todos possam fazer o mesmo.

Saiba mais em: www.diadedoar.org.br e www.fundof.org.br

Artigos Relacionados