Facebook Pixel Está com os olhos tremendo? Descubra o que pode ser – e-lens

Está com os olhos tremendo? Descubra o que pode ser

Está com os olhos tremendo? Descubra o que pode ser

Em geral, o tremor é sintoma de cansaço nos músculos oculares, mas é preciso observar quanto tempo ele dura

Ao menos uma vez na vida, você provavelmente já sentiu os seus olhos tremendo. Saiba que essa situação é muito comum e está relacionada, na maioria das vezes, com o cansaço dos músculos localizados na região. Logo, uma breve pausa na rotina resolve o incômodo.

Porém, há casos em que os tremores nas pálpebras indicam sérios problemas de visão ou de saúde. Por isso, é fundamental observar os sintomas associados à tremura e o seu tempo de duração. Se necessário, o médico deve ser procurado de imediato para o correto diagnóstico.

Neste post, vamos mostrar o que fazer quando estiver com olhos tremendo, quais são as possíveis causas do incômodo e o momento certo de buscar ajuda médica. Veja abaixo.

O que fazer quando estiver com os olhos tremendo?

O tremor nos olhos é uma condição que afeta quase todas as pessoas ao menos uma vez na vida. Os médicos chamam esse sintoma de mioclonia, uma tremura involuntária das pálpebras ou do músculo ao redor. Em alguns casos, ela vem acompanhada de dormência.

Geralmente, não há nada a se fazer quando os olhos estão tremendo. Então, o jeito é esperar que o incômodo passe, o que muitas vezes acontece em um curto período. Porém, quando o tremor perdura por dias ou até mesmo semanas, é sinal de que há algo errado com a sua saúde.

Se as suas pálpebras tremem o tempo todo, você pode estar com blefarospasmo, uma doença do sistema nervoso que, em determinados pacientes, atinge também os músculos do rosto e em torno da boca. O tratamento é feito com a aplicação de injeções de Botox.

Quais as causas do tremor nos olhos?

Caso esteja com os olhos tremendo por dias ou semanas, é preciso atentar para as possíveis causas do problema. Confira quais são elas!

Estresse

O estresse é responsável pelo aumento de secreção de hormônios — como a adrenalina e o cortisol — no sistema nervoso. Quando chegam aos nervos e aos músculos, eles provocam contrações rápidas e involuntárias e o tremor nos olhos.

É importante adotar hábitos saudáveis que combatam o estresse e outros tipos de doenças mentais e físicas. Uma alimentação equilibrada, a prática regular de exercícios, o descanso e o lazer são essenciais para uma melhor qualidade de vida.

Horas de sono insuficientes

Como está a qualidade do seu sono? Saiba que dormir pouco e mal causa cansaço não apenas ao corpo e à mente, mas também aos músculos dos olhos. Por conta disso, as pálpebras começam a tremer — esse é um sinal de que você precisa descansar.

Caso esteja com dificuldade para dormir, a dica é observar se o seu quarto está escuro e silencioso o suficiente para que você possa pegar no sono tranquilamente. Avalie, também, o conforto do seu colchão ou se é preciso trocá-lo.

Ausência de vitaminas e minerais

As vitaminas e os minerais — como a B12, o magnésio e o potássio — são importantíssimos para manter o funcionamento normal do nosso organismo e propiciar o nosso bem-estar. Por sua vez, a ausência desses nutrientes ocasiona tremores involuntários nas pálpebras.

Uma alimentação equilibrada e saudável inclui uma variedade de vitaminas e minerais encontrada em ovos, carnes, peixes, laticínios, vegetais e frutas. Não se esqueça, também, de ingerir água, pois a desidratação também enfraquece os músculos dos olhos.

Excesso de cafeína e bebidas alcoólicas

O consumo excessivo de cafeína e bebidas alcoólicas deixa o corpo em estado de alerta e provoca desidratação. Logo, tais substâncias podem afetar os músculos da região dos olhos e ocasionar tremuras. É fundamental não abusar delas e lembrar-se de ingerir água.

Alergias

Pessoas alérgicas produzem uma substância chamada histamina quando coçam os olhos. É justamente ela a responsável pelas tremuras em nossas pálpebras. Por isso, é preciso evitar o contato com os alérgenos e realizar o tratamento com as medicações indicadas pelo especialista.

Secura nos olhos

olho seco é provocado pela falta de hidratação na região ocular. Como sabemos, essa condição debilita os músculos das pálpebras e resulta em tremores. Tal problema atinge principalmente quem já passou dos 50 anos ou pessoas cujos hábitos propiciam a secura.

Para manter os olhos umectados, é importante utilizar o colírio indicado pelo médico. Além disso, descansar a vista depois de uma ou duas horas em frente ao computador e retirar as lentes de contato (caso você as use) antes de dormir são práticas recomendadas.

Problemas de visão

Quando temos alguma dificuldade para enxergar, os olhos trabalham mais para focar as imagens. Por isso, os músculos da região ficam cansados e, consequentemente, as pálpebras começam a tremer. Nessa situação, o melhor a se fazer é procurar o médico.

Muitas vezes, o uso de óculos de grau ou lentes corretivas é o suficiente para solucionar o problema de visão. Porém, doenças nos olhos como a catarata, a degeneração macular, o glaucoma e a retinopatia exigem tratamentos complementares.

Quando é preciso procurar o médico?

Afinal de contas, quando o tremor nos olhos requer a presença em um consultório médico? Saiba na lista a seguir!

  • dura mais de uma semana;
  • há vermelhidão ou inchaço na região;
  • atinge as demais partes do rosto;
  • há anormalidades nas pálpebras. Elas fecham por completo na hora dos tremores ou ficam mais caídas que o habitual.

Quando associado a esses sintomas, o incômodo na região indica algum tipo de infecção nos olhos ou, até mesmo, problemas nos nervos, que provocam o enfraquecimento dos músculos. Por isso, é fundamental agendar consulta com um médico para o diagnóstico e o tratamento precoces.

Agora, sim, você sabe quais são as causas da tremura nas pálpebras e o que fazer quando estiver com os olhos tremendo. Ainda que tudo pareça estar em ordem, lembre-se de que é importante visitar o oftalmologista regularmente para verificar a quantas anda a saúde da sua vista.

Achou este post relevante? Que tal, então, conferir mais um conteúdo? Entenda quais são os principais problemas nos olhos, suas causas e como tratar!